Dicas

PDF Imprimir E-mail
  1. Iniciar um negócio é sempre um grande desafio, visto que os obstáculos vão muito além da simples falta de dinheiro. Entretanto, o momento em que compreende riscos expressamente maiores é justamente o momento do crescimento, uma vez que pode vir junto à esse, traumas aparentemente incuráveis. Portanto, quando estiver crescendo, alegre-se, festeje, mas nunca, nunca se esqueça de treinar, capacitar e dar continuidade ao seu próprio ciclo de aprendizagem bem como de seus colaboradores.
  2. Simplifique a visão da sua empresa e repita-a constantemente até que essa possa estar viva na mente dos seus colaboradores. Não adianta simplesmente colocar a visão e missão da empresa em um bonito quadro moldurado, se nem os próprios proprietários dessa as compreendem.
  3. Tenha humildade para quebrar paradigmas, ou seja, mude sua forma de pensar e agir, se novas ideias se mostrarem promissoras e mais substanciais.
  4. Pergunte sempre: onde estou? Onde quero chegar? E só então elabore estratégias para saber de fato o como você chegará lá.
  5. Estipule metas ousadas, nunca pequenas, pois irão inibir seu crescimento pessoal e profissional. Nunca grandes demais a ponto de serem irreais, assim sendo, o máximo que você conseguirá será uma imensa desmotivação. Nada de dar ouvidos aquela poética frase: “Mire na lua, pois se você errar estará entre as estrelas.” Embora seja bonito, essa máxima de nada vale em âmbitos empresariais de estipulação de metas. Se mirar na lua você precisará indispensavelmente acertar a lua.
  6. Focalize soluções e não problemas. Lembre-se: aquilo que focalizamos se expande. Focalize problemas e o resultado será mais problemas. Focalize soluções e essas virão acompanhadas de recompensas pessoais, profissionais e especialmente financeiras.
  7. Diz o velho ditado: “Quem não é visto não é lembrado.” Portanto, invista no marketing empresarial e pessoal. Não adianta você ser ótimo no que faz, nem possuir ótimos produtos, se as pessoas não sabem disso.
  8. Crie um livro “Código de Conduta” empresarial. Expresse nele o que a empresa espera de seus colaboradores setor por setor. Isso transmitirá transparência e possibilitará aos novos contratados um conhecimento parcial global da organização.
Última atualização em Seg, 11 de Junho de 2012 23:38